Cursos online gratuitos na área da saúde

| 10 de junho de 2013 | 0 Comentários

albert einsteinO Hospital Albert Einstein está lançando uma plataforma de cursos on-line totalmente gratuitos na área de saúde. O centro médico, considerado um dos mais importantes da América Latina, vai oferecer 30 cursos de capacitação profissional para médicos e enfermeiros, ministrados pelo Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa Albert Einstein.

Hospital Albert Einstein – Cursos na área de saúde

O objetivo da plataforma é levar estes cursos a um público externo ao hospital e que já atue na área ou se interesse pela temática.

Felipe Spinelli, diretor de ensino do Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa declarou que ao longo do ano o instituto desenvolveu mais de 400 cursos na área para formação interna de seus funcionários, e irá disponibilizar, gradativamente, 200 deles na plataforma. “A intenção é que esse conteúdo possa viralizar pelas instituições de ensino de saúde, escolas técnicas, entre outras, para que usem esses materiais de qualidade para treinar seus profissionais e alunos, para melhorar a assistência médica. E isso também vale para qualquer outro profissional interessado em aprender autonomamente”, diz.

 Leia também: Cursos gratuitos de instrumentos musicais

Cursos online oferecidos

A primeira etapa contará com 30 cursos. Alguns deles, sobre amamentação, prevenção e controle de infecção, emergências obstétricas, dengue, sepse [tipo de infecção gerada por germes], protocolo de AVC (Acidente Vascular Cerebral), entre outros.

A plataforma terá cursos teóricos, que serão oferecidos a partir de animações e imagens, com indicações sobre procedimentos e práticas.

Os cursos poderão ser acessados sem nenhuma restrição, durante qualquer horário e período – seja um dia ou durante meses. Os estudantes também podem escolher ou não realizar as provas. Mas só recebe o atestado de conclusão do curso o estudante que passar nos testes e tiver um tempo mínimo de permanência no sistema. “O certificado, no entanto, não tem peso acadêmico que equivalha a horas de treinamento de cursos de graduação e pós-graduação”, pontua Spinelli, que espera galgar novos passos. “Nosso sonho é que esses cursos possam servir de crédito no futuro. Agora estamos dando o primeiro passo, que é abrir o conteúdo.”

Ainda segundo ele, a inspiração do projeto, que agora começa a ganhar corpo, vem das ações que acontecem em grandes universidades como MIT, Stanford, entre outras. Aqui no Brasil, no fim do mês passado, foi a vez da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) lançar sua plataforma de conteúdos abertos.


Categoria: Livres

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


*